Wednesday, December 26, 2007

Ave Sangria - Perfumes y Baratchos - Live (1974)




DOWNLOAD!


Faixas:
01. Grande Lua
02. Janeiro em Caruaru
03. Vento Vem (Boi Ruache)
04. Dia-a-dia
05. Geórgia, a Carniceira
06. Sob o Sol de Satã
07. Instrumental
08. Por Que
09. Hey Man
10. O Pirata
11. Lá Fora



Nos dias 28 e 29 de dezembro de 1974, a hoje cult e lendária Ave Sangria fazia no vetusto Teatro Santa Isabel o show Perfumes Y Baratchos. Foi uma curta temporada de apenas duas concorridas apresentações(com tanta gente no lado de fora, que na metade de cada show, o vocalista Marco Polo mandava que os portões fossem abertos). Foi a mais bem sucedida apresentação da curta carreira da Ave Sangria. No entanto, aquele seria o canto de cisne do grupo, que se dissolveria logo depois.

De prestígio em alta em Pernambuco e no Sudeste, onde algumas das faixas do único álbum que lançaram tocavam bem no rádio, Marco Polo, Almir de Oliveira, Agrício Noya (o Juliano), Ivson Wanderley (Ivinho), Israel Semente Proibida, e Paulo Rafael davam a volta por cima depois do baque sofrido com a censura e apreensão do primeiro e único LP, por causa da faixa Seu Valdir (o disco foi relançado sem esta música): “A gente estava no maior pique, mas manter uma banda de rock no Brasil na época era muito complicado. Lembro que levei o disco para a Rádio Tamandaré, na época a mais refinada da cidade e a moça que me atendeu, o nome era Norma, deve ter achado a música muito estranha, e não tocou. Além do mais, a Ave Sangria só vivia entrando em rolo. Como eu ainda era menor, faziam as coisa no meu nome. O Santa Isabel, por exemplo, foi alugado assim. Fui eu que fui numa tal Censura Estética da Polícia Federal liberar os cartazes do show", recorda o guitarrista e produtor Paulo Rafael, hoje morando no Rio. Geneton Moraes Neto, atualmente diretor de redação do Fantástico, em 1974, cobria a cena músical pernambucana daquela década e assinava a coluna Ensaio Geral, no Diario de Pernambuco. Ele lembra de um dessas confusões com os Rolling Stones do Nordeste, como a Ave Sangria era também conhecida, tanto pela música quanto pelos rolos que protagonizava: “Eles eram muito invocados. Uma vez um dos integrantes teve algum problema com a polícia, e os caras foram na redação para pedir que o jornal não publicasse a notícia. Fiz entrevistas com eles, dei muitas notas, mas não vi esse último show”, testemunha.

Lailson, o cartunista do DP, fez a direção musical de Perfumes Y Baratchos , e também o responsável pela arte do cartaz (restaurando a ave do logotipo do grupo, semelhante a um carcará, que foi refeita de forma grosseira, no Rio, para a capa do disco Ave Sangria, saído pela Continental). Para ele, aquela foi uma morte de certa forma anunciada: “Lembro que pouco antes do show, Marco Pólo chegou a comentar comigo que pretendia partir para carreira solo”.
Lailson recorda que sentia um certo clima de rivalidade entre Almir e Marco Pólo, enquanto Israel era uma estrela à parte. “Acho que o afastamento de Rafles, espécie de relações pública deles, contribuiu para o fim”, conclui. Paulo Rafael destaca a participação de Ivinho: “Ele era meio militar, levava tudo muito a sério. Quando a gente entrou no palco, havia um bocado de castiçais, da decoração bolada por Kátia Mesel. Ivinho, quando viu aquilo reclamou, ‘Tá parecendo coisa de macumba’”. Além das velas tinha ao fundo um castelo:” Pegamos de um cenário do teatro, acho que de alguma ópera”. Marco Polo, atualmente na Continente Multicultural, numa entrevista ao crítico Héber Fonseca (no JC), dois dias antes do show, não parecia pensar em carreira solo: “Não é ainda o trabalho da Ave Sangria. Há apenas um esboço, uma insinuação, é dela que vamos partir para outros caminhos”. O produtor Zé da Flauta, então no Ala D’Eli, efêmera banda de Robertinho do Recife, tocou flauta e sax no Perfume Y Baratchos. Ele também não imaginava que aquele seria o início do fim da banda: “Pensava que dali eles iniciariam uma nova fase”.

O certo é que Ave Sangria fez duas apresentações tecnicamente impecáveis: “O show começa com um tema meu, A grande lua, meio Pink Floyd. Os amplificadores Milkway, de Maristone (dono do melhor som de palco do Recife nos anos 70), se a gente mexesse uns botõezinhos faziam a guitarra soar feito um sintetizador”, conta Paulo Rafael. “Nesses dois shows fizemos várias músicas inéditas”, completa Marco Polo.

Há unanimidade entre Zé da Flauta, Paulo Rafael ou Marco Polo (Agrício Noya, Ivinho e Almir de Oliveira não foram localizados para esta matéria. Israel Semente já faleceu) sobre o catalisador da dissolução da Ave Sangria: “No início de janeiro, Alceu, que namorava a banda há muito tempo, fez o convite para os músicos tocarem com ele no festival Abertura da TV Globo. Eu ainda fiz alguns shows no Rio, aqui, com Israel, mas já estava casado, com filho, decidi voltar ao jornalismo”, conta Marco Polo. O guitarrista Paulo Rafael completa: “Não teve assim um ‘vamos acabar’. Depois do Abertura a gente se questionou. Eu queria sair de casa, uns já estavam casados, economicamente não havia no momento outra coisa a fazer. Continuamos tocando com Alceu”.

O Ave Sangria voltaria a reunir-se mais uma vez, para gravar um clipe para o Fantástico, de Geórgia Carniceira. Almir de Oliveira (que não foi tocar com Alceu Valença) revelou que o clipe foi um equívoco da produção da Globo: “Queriam era a banda de Alceu, mas acabaram chamando a Ave Sangria”. O clipe, gravado num estúdio em Botafogo, nunca foi ao ar. Permanece até hoje nos arquivos da emissora carioca.


Texto de José Teles, publicado originalmente no portal JC OnLine

Fazer o download de Ave Sangria - Perfumes y Baratchos (1974).

19 comments:

Dom said...

O site tá uma beleza...mas tá faltando o FEED RSS

Anonymous said...

queria parebenizar pela postagem deste disco.

Aproveito para comunicar que estou tendo problemas para baixar arquivos mais antigos, tipo o disco do Ednardo e o Pessoal do Ceará. Como faço para conseguir essa e outras obras? Seria possível "consertar" esses links?

Muito obrigado e mais uma vez obrigado pela iniciativa.

Anonymous said...

Gostaria de parabenizar por esta postagem.

Aproveito a deixa para perguntanr como faço para baixar os álbunsmais antigos aqui postados. Alguns estão apresentando problema, como por exemplo o disco do Ednardo e o Pessoal do Ceará.

Teria como "consertar" o link?

Obrigado e mais uma vez parabéns!

Anonymous said...

Ou eu não tenho sensibilidade... mas esses caras são uma merda...

ects said...

Hi there, would it be possible to add an rss-feed to the blog? I don't want to add any future posts.


cheers

fperacoli said...

Eu ainda estou tentando entender como funciona o FEDD RSS... Está na minha lista de melhorias para o blog.

I'm still trying to understand how the RSS FEED works... It's in my "to do" list.

Dal said...

muito bom o som do ave sangria...
valeu pela contribuição !!
muito bom o blog, continue mandando bala meow, muito bom!

abraass

Rafael said...

Conheci o site a pouco tempo e gostei muito das postagens...
Gostaria de saber como faço para me comunicar com vcs para mostrar algumas músicas de uma banda maringaense(PR)
Vou deixar aqui o e-mail de um dos integrantes,Ernandes.
ernandeser@gmail.com

http://www.myspace.com/hiperurano

Obrigado

Kockalone said...

Great blog you have here! Keep up the good work...

Sincerely, Djalma

http://djalma-soulfood.blogspot.com/

mateus said...

só parabenizando pelo blog msm, tá 10, mto disco doido, to perdido ainda no meio de tanta coisa, para de postar nao

Anonymous said...

Cara seu blog é excelente o que aconteceu não tem mais postagens? Há muito que eu queria conhecer coisas que vc postou. Volta, abração e tudo de bom.

thelistening said...

Qual é?

Love the blog and just wanted to say thanks for the music.

Also was wondering if you wanted a two way link? Since i help run a music podcast that i'm sure would appeal to some of your readers.
The links here if you are,
http://thelistening.podomatic.com/
and you can contact off the email on the site.

If not no worries and thanks for the great music

Muito obrigado pra tudo os discos

The Listening

fperacoli said...

O link do Ednardo está funcionando perfeitamente. Acabei de testar.

fredcesquim said...

eu tenho o lp original e ja tive 3 reeditados, e TODOS tinham seu valdir, acho que nao rolou essa capada no disco nao...deve ser lenda

Apólogo 11 said...

Cara, esta adição do grande Ave Sangria valeu pelo blog inteiro. Obrigado!

Anonymous said...

link quebrado!

dá pra cometer um terrorismo leve, pular a janela dos arquivos da globo e roubar o rolo do clipe? hahaha!

Anonymous said...

meu caro, teria como atualizar o link pra download? o que tá lá não funciona mais...
salve-nos da busca por essa pérola!

fperacoli said...

Caros,

Subi novamente o arquivo. A busca de vcs terminou. rs

Anonymous said...

valeu!

agradecemos-lhe imensamente!